Petrobras conclui a venda de campos terrestres

Petrobras conclui a venda de campos terrestres


Rio de Janeiro, 9 de dezembro de 2020 – A Petróleo Brasileiro S.A. – Petrobras, em continuidade ao comunicado de 09/03/2020, informa que finalizou hoje a venda de 100% de suas participações em quatro campos terrestres, localizados na Bacia do Tucano, no interior do estado da Bahia, para a Eagle Exploração de Óleo e Gás Ltda (Eagle).

Após o cumprimento de todas as condições precedentes, a operação foi concluída com o pagamento de US$ 2,571 milhões para a Petrobras, já com os ajustes previstos no contrato. O valor recebido no fechamento se soma ao montante de US$ 602 mil pagos à Petrobras na assinatura do contrato de venda, totalizando US$ 3,173 milhões.

A presente divulgação está de acordo com as normas internas da Petrobras e com as disposições do procedimento especial de cessão de direitos de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos, previsto no Decreto 9.355/2018.

Essa operação está alinhada à estratégia de otimização de portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, passando a concentrar cada vez mais os seus recursos em ativos de classe mundial em águas profundas e ultra-profundas, onde a Petrobras tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos.


Sobre os campos 

Os campos terrestres denominados de Conceição, Quererá, Fazenda Matinha e Fazenda Santa Rosa estão localizados a cerca de 110 km da cidade de Salvador. A produção média desses campos de janeiro a outubro de 2020 foi de aproximadamente 24,30 mil m3/dia de gás natural (153 boe/dia), não havendo produção de óleo. Após a conclusão da venda, a Eagle passará a deter 100% de participação nessas concessões.




Petróleo Brasileiro S.A - PETROBRAS - Relações com Investidores 
Av,República do Chile ,65 - 1803
CEP 20031-912 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Tel: +55 (21)  3224-1510/9947 | 0800-282-1540 
E-mail: petroinv[email protected] | [email protected]   
Website de RI   


Este documento pode conter previsões, Segundo o significado da Seção 27ª da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada (Lei de Valores Mobiliários) e Seção 21E da lei de Negociação de Valores Mobiliários de 1934, conforme alterada (Lei de Negociação) que refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia. Os termos "antecipa", "acredita", "espera", "prevê", "pretende", "planeja", "proteja", "objetiva", "deverá", bem como outros termos similares , visam a identificar tais previsões , as quais, evidentemente , envolvem riscos ou incertezas previstos ou não pela Companhia. Portanto, os resultados futuros das operações da Companhia podem diferir das atuais expectativas e o leitor não deve se basear exclusivamente nas informações aqui contidas. 


Comentários